domingo, 6 de março de 2011

Manifestos - Trabalhos de Literatura da 3ª série

Caros Leitores,

Ao trabalhar as Vanguardas Europeias do Período Modernista com o pessoal da terceira série, apresentei para eles o Manifesto Futurista, dentre outros, e lancei a ideia de elaboração de um  manifesto que pregasse alguns valores que estamos perdendo ou a respeito de outros assuntos que eles julgassem importante discutir. O resultado deste trabalho estarei postando aqui, em etapas, para que vocês possam perceber o quanto de talento escondido temos nos recantos da sala de aula. Não poderei postar todos, mas colocarei todos aqueles que por resposta à proposta que fizemos, pelo tema escolhido, e que, pelo estilo próprio dos escritores, merecem uma reflexão. Aos estudantes que não tiveram seus manifestos publicados, neste espaço, ficará uma próxima oportunidade, afinal, a vida é feita de etapas, de desafios que se renovam a cada dia.

Parabéns, a todos, pelo trabalho.

Abraços,

Atanael



Manifesto contra a perda de valores

1. O mundo se move em alta velocidade, ele se transforma constantemente, contudo, esquecer de seu passado é como esquecer de quem você é. Não se deixe ser engolido pelas ondas de informação, expresse-se, mexa-se.

2. Devemos nos expor sem vergonha de nos machucar. Como uma tartaruga recém-nascida, temos que lutar pela nossa sobrevivência – no caso, cultural -, pois senão, seremos apenas uma massa de modelar maleável e disponível.

3. A globalização ajuda a economia de países subdesenvolvidos, mas os subordina à suas vontades; a cultura deles os pressiona contra eles mesmos, havendo um choque no psicológico do indivíduo. Precisamos ser fortes e combater contra essas idéias.

4. Hoje, as coisas estão perdendo seu sentido original, e novos significados surgem. E as pessoas se esquecem de como tratar uma pessoa com respeito, com dignidade, como se não soubessem como. Por que elas acham que podem se considerar melhores do que outras?

5. Vamos valorizar a nossa identidade nacional, nossa língua e nossa arte, mas ao mesmo tempo, nós conheceremos a cultura de outros povos para expandir nosso conhecimento e manifestação cultural.

Grupo: Camila Kuroda, Isadora Bragantini e Rodrigo Cortes.
Turma: EM133




 

Manifesto contra o Consumismo

1 – A globalização e as multinacionais estão homogeneizando a cultura mundial, criando uma enorme massa consumidora. Devemos consumir apenas o suficiente e manter a diversidade cultural que enriquece nosso planeta.

2 – Nessa sociedade egocêntrica em que vivemos, nós, cidadãos, deixamo-nos possuir pelo espírito capitalista de acumulo de bens e capitais, e abandonamos nossos sentimentos e valores éticos no canto vazio do esquecimento.

3 – Vivemos em uma sociedade hierárquica, causando um consumismo irracional e exagerado. Um tentando ser melhor que o outro.

4 – O consumismo exagerado está acabando com os recursos naturais do nosso planeta. Devemos dar mais valor às coisas e reciclar tudo que for possível para termos um mundo mais sustentável.

5 – Devemos parar de nos qualificar pelos bens que possuímos. As pessoas devem ser julgadas pelas atitudes e não por ter ou não uma televisão de última geração.

Equipe: Guilherme Tamanini, Lucas Schroeder, Luís Vinholi, Ulisses Júnior - Turma: EM 133




                                MANIFESTO COM RELAÇÃO ÀS RELIGIÕES

01 - Queremos acabar com a hipocrisia nas igrejas. Que as pessoas não vejam as religiões como algo ultrapassado, mas sim como uma sabedoria de vida que se conhece há anos e que precisa, a cada dia, ser renovado com a nossa ajuda.

02 - Que as pessoas não vejam o dízimo como uma forma de "se livrar das missas", como uma forma de "livrar suas almas". Que não vejam o dízimo como uma simples contribuição, ou como um tributo, imposto que é pago para entrar no céu. Que elas vejam o dízimo como uma retribuição por tudo o que recebem de Deus, até pelas coisas "não-compráveis", como a saúde, sua família, seus amigos...

03 - Que os jovens não caiam na hipocrisia de buscar a igreja apenas para "encontrar um bom marido", ou pior, "encontrar um bom ficante". Que eles descubram o verdadeiro amor que Deus tem por todos nós e que eles frequentem mais as instituições religiosas, a fim de renovarem sua fé e até refletirem mais sobre seus atos, sobre como agir com as outras pessoas, sobre como agir diante de situações difíceis.

04 – Que os “veteranos” das religiões dêem mais crédito a nós, jovens. Que eles deixem de ter a visão de que “os jovens são só baderneiros” e que acreditem realmente nos jovens que fazem todas as coisas com boas intenções. Afinal, não somos somente o futuro da igreja. Somos, também, o presente.

05 – Que as pessoas não entrem para um convento ou seminário como forma de se livrar dos problemas pessoais e mundanos, mas que entrem com um desejo verdadeiro de levar e transmitir o amor de Deus e que levem a serio a vida religiosa

Maria Gabriela - EM 134







             Manifesto contra a Displicência Humana

1- Pois então sofremos o furor do tempo. Somos coelhos eletrônicos, fugindo dos whippets, numa tentativa de arranjar tempo, ou escapar dele. Escravos do tempo, Oh tempo escravo, os minutos voam, os segundos se arrastam. Só quem sofre a gravidade é quem a desconhece, desconhece o que ela faz com o tempo que não temos.

2-Tornamo-nos marionetes sem cordas os "pinóquios" da nação. Sem andar sozinhos, manejados sem ideologias certas. Fingimos ser politicamente corretos admirando a margem do cachoeira.Lindo cachoeira,sujo e poluído, nós amamos o rio sem águas límpidas.

3-Rimos da pobreza pisamos em formigas sem remorso. Ignoramos desastres naturais vendo televisão descalços. Damos trocados aos índios para ficarmos em paz. Em seguida tomamos mate gelado e os temos esquecidos.


4-Sóbrios com um copo de uísque quase vazio nas mãos. Sem destino, seguimos uma rotina autoritária. Sendo levianos diante as regras, ficamos cegos sem amor. O amor quebra regras, o humano calça um sapato e pisa no amor. Depois ficamos descalços, é mais confortável.

5-Arrotamos nossos ideais, dizendo-nos honestos quando estamos mentindo. Lutamos por aquilo que não acreditamos. Somos cordiais e sorrimos para ratos. Beijamos os sapos mais verdes e ignoramos os que são pardos. Não percebemos o sol quando não há chuva. È tudo submisso a uma sociedade sem cor. Somos vírgulas de um texto sem pontuação. Apreciamos a dor alheia, desejamos a dor alheia tem reality shows. Cultivamos cultura, somos inúteis da cultura. Pertencemos á sociedade inescrupulosa. Somos os inescrupulosos da nação, enfim.


      Letícia Damer da Costa.

Maria Caroline Silva Nunes.
      Maria Luiza Ferreira Coelho.
EM 131




 





             Manifesto Contra a Mídia Controladora



1. Queremos alertar a população sobre a lavagem cerebral da mídia.

2. Vamos nos voltar contra a mídia de massa que glorifica pessoas fúteis e não agrega valores.

3. Nós queremos exaltar a independência do filósofo, do escritor... Do indivíduo.

4. Tendo em vista uma sociedade mais culta queremos a volta dos grandes pensadores e o extermínio da informação fútil.

5. Vamos nos levantar contra esta mídia que bestifica, banaliza e escraviza. Vamos nos voltar contra a "normose" que ela nos faz sofrer.


            Adélia Gabriela da Rosa

      Jennifer Miers
      Leenaker Barreto Ribeiro
      EM-132

53 comentários:

  1. 1-Graças ao exagero de rivalidade nas torcidas existe uma grande falta de consciência dos torcedores, os quais utilizam de brigas e provocações, ao invés de participarem dos jogos com disputas mais sadias.
    2-Outra preocupação constante é a má organização de adentra mento nos estádios. Utilizando como exemplo, vê se a todo instante, grandes tumultos de torcedores, forçando policias a conter os mesmos com força bruta.
    3-Outro fator existente são as péssimas escoltas dos policias regionais que favorecem a torcida local deixando, por exemplo, ônibus de outras regiões serem atacadas pelas mesmas. Em conseqüência disso pode acabar havendo pessoas feridas ou até mesmo em graves casos, mortes. Tudo isso devido à falta de consciência e qualificação dos policiamentos locais.
    4-Observando criticamente as inúmeras brigas e provocações de corridas entre as torcidas, é incontestável perceber-se que cada vez mais jovens estão se envolvendo com as mesmas. Como conseqüência, nota-se que os mesmos acabam prejudicando seu futuro, já que trazem seu comportamento selvagem dos estádios, para sua vida profissional, por exemplo, se portando de forma irregular, utilizando de gírias e palavrões em entrevistas de emprego.
    5-Fazendo um estudo de comparações entre torcedores de times europeus e de brasileiros, é perceptível que a diferença no modo de se portar é extremamente oposta. Percebe-se que na Europa a consciência moral dos torcedores é muito maior. Os mesmos transformam a rivalidade em uma competição saudável, sem agressões físicas, por exemplo. Acontecendo justamente o contrário no Brasil, o qual ironicamente é chamado de o país de futebol.

    Aluno: Bruno Joenk, Guilherme Henrique Roberto, Marlon Hafemann Loz - Turma: EM 133

    ResponderExcluir
  2. 1 Hoje as 20:29 morre mais um menino de 5 anos na fila de um hospital por não ter atendimento médico qualificado. Os médicos não trabalham no SUS pois ganham muito pouco,os poucos que trabalham, trabalham com recursos reduzidos por que a verba destinada a saúde cai na mãos de terceiros esses terceiros que nós povo elegemos e samos tão acomodados que não exigimos os nossos direitos.

    2 Não que o povo seja totalmente culpado por não cobrar os seus direitos. O próprio governo não proporciona uma edução adequada o suficiente para gerar uma população critica. Para ele é muito mais atraente dar uma educação de baixa qualidade criando assim uma população que não questiona o seu governo.

    3 O governo aproveitando da ingenuidade do povo brasileiro em suas campanhas prometem coisas intangíveis e que nem sempre são necessária para a população como uma arena, dificilmente iremos ver um políticos prometendo saneamento básico pois saneamento básico fica embaixo da terra sendo assim não gerando votos.

    4 Esse mesmos governantes que brigam tanto para aumentar os salários do povo em 5,9% e aumentam os seus próprios salários 140%.

    5 Como já diz a musica do Gabriel Pensador “Corruptos caçados nunca serão,cidadãos bem informados nunca serão,hospitais bem equipados nunca serão,todos alfabetizados nunca serão ” Isto tende a terminar quando a proporia população se conscientizar desses fatos e irem para as ruas lutar pelos seus direitos.

    EM 133 Taynara e Camila Thais

    ResponderExcluir
  3. Manifesto sobre Carros importados

    A compra de carros importados causa varios problemas para a economia brasileira.

    1-Quando alguem compra um carro importado, esta deixando de comprar um carro produzido aqui.

    2-Quando se deixa de comprar um carro nacional, voce esta tirando empregos de brasileiros.

    3-Quando voce compra carros importados voce paga altas taxas de impostos, mas, a qualidade e muito melhor.

    4-Para comsumir carros de qualidade o governo deveria investir na iniciativa de marcas brasileiras com qualidade.

    5-Deveria investir em marcas ja existentes no mercado do 1 mundo a produzir carros no Brasil, para baixar os precos destes carros de qualidade.

    Alunos:Hugo R., Jose V. e Gustavo A. Batista
    Turma: EM 133

    ResponderExcluir
  4. 1 – A falta de escolaridade na vida das pessoas esta sendo baixa por culpa dos próprios políticos que não investem nessa área, e divertem o povo bombardeando-o com notícias e incentivos em outras áreas, políticos prometem e prometem mas muitas vezes não podem mudar isso, pois depende de um cargo superior. (prometa o que esta no seu alcance.)

    2 – Os políticos hoje em dia estão numa mordomia, ganham ajuda de custo em ternos, moradias, comida e tudo mais, sem contar o alto salário que aumenta todo ano, enquanto o povo sofre com os altos impostos colocados pelo governo.

    3 – A saúde e uma das áreas precárias brasileira, o atendimento demorado em hospitais, postos de saúde o qual uma pessoas leva meses apenas para ser atendida pela primeira vez, sem contar que as pessoas precisam esperar na fila desde a madrugada para pegar uma ficha, enquanto políticos tem hospitais particulares nos planos e os altos impostos pagos não são retribuidos para o povo, segundo pesquisas nem um terço dos impostos são aproveitados.

    4 –A ficha criminal seria o carrasco de muitos políticos brasileiros, já que muitos deles já são bandidos antes de entrar na política, o certo seria impedir de entrar os “fichas sujas”para não deixar o povo eleger algum deliquente para cuidar das nossas vidas, que provavelmente ira roubar ainda mais e outros porque passam a ser infratores depois de eleitos.

    5 – Graduação é um fator muito importante na empregabilidade das pessoas, todos para ter um bom salário lutam e estudam muito, uma pessoa ás vezes só por ser popular ou ter parentes dentro da política se tornam um político também e tem salários muito mais altos de pessoas que estudam a vida inteira e são bom em suas profissões, no mínimo então um curso de administração, economia ou contabilidade.

    Cecília Nayara Fermino – Turma EM 133.

    ResponderExcluir
  5. Preconceito atinge uma grande parte da população mundial, pois, entre dez pessoas, uma ou mais é preconceituosa. Pois o preconceito, não é só racial, preconceito é desvalorizar uma pessoa.

    Na época dos navios negreiros, o preconceito tomava conta de tudo, pois eles eram tratados como animais, sendo assim, um motivo para uma grande revolta dos escravos sobrepostos, pois querer seus direitos não estava em seus alcances.

    A mulher era desvalorizada na época da idade Média, principalmente na Grécia, sendo assim homens eram bissexuais ou até mesmo homossexuais, mas passando para dias de hoje, porque o preconceito entre homossexuais se torna tão forte, se os mesmos homens de antigamente eram assim?

    Todos merecem um mesmo respeito e valor independente de raça, opção sexual, cor dos olhos ou qualquer outro fator que faça ser fisicamente, ou mentalmente diferente de outra pessoa.

    Antes de desrespeitar alguém, deveríamos nos conscientizar que aquela pessoa tem sentimentos. Uma pessoa que sofre com preconceito se sente muito mal, tanto fisicamente quanto mentalmente, e às vezes pode até passar por uma grande depressão.

    EM133 – Aline M., Fellipy Kühne, Luiz Abrão

    ResponderExcluir
  6. Humanos Displicentes

    1- Pois então sofremos o furor do tempo. Somos coelhos eletrônicos, fugindo dos whippets, numa tentativa de arranjar tempo, ou escapar dele. Escravos do tempo, Oh tempo escravo, os minutos voam, os segundos se arrastam. Só quem sofre a gravidade é quem a desconhece, desconhece o que ela faz com o tempo que não temos.

    2-Tornamo-nos marionetes sem cordas os "pinóquios" da nação. Sem andar sozinhos, manejados sem ideologias certas. Fingimos ser politicamente corretos admirando a margem do cachoeira.Lindo cachoeira,sujo e poluído, nós amamos o rio sem águas límpidas.

    3-Rimos da pobreza pisamos em formigas sem remorso. Ignoramos desastres naturais vendo televisão descalços. Damos trocados aos índios para ficarmos em paz. Em seguida tomamos mate gelado e os temos esquecidos.


    4-Sóbrios com um copo de uísque quase vazio nas mãos. Sem destino, seguimos uma rotina autoritária. Sendo levianos diante as regras, ficamos cegos sem amor. O amor quebra regras, o humano calça um sapato e pisa no amor. Depois ficamos descalços, é mais confortável.

    5-Arrotamos nossos ideais, dizendo-nos honestos quando estamos mentindo. Lutamos por aquilo que não acreditamos. Somos cordiais e sorrimos para ratos. Beijamos os sapos mais verdes e ignoramos os que são pardos. Não percebemos o sol quando não há chuva. È tudo submisso a uma sociedade sem cor. Somos vírgulas de um texto sem pontuação. Apreciamos a dor alheia, desejamos a dor alheia tem reality shows. Cultivamos cultura, somos inúteis da cultura. Pertencemos á sociedade inescrupulosa. Somos os inescrupulosos da nação, enfim.


    Alunas: Letícia Damer da Costa. EM 131
    Maria Caroline Silva Nunes.
    Maria Luiza Ferreira Coelho.

    ResponderExcluir
  7. Manifesto Contra a Mídia Controladora

    1. Queremos alertar a população sobre a lavagem cerebral da mídia.

    2. Vamos nos voltar contra a mídia de massa que glorifica pessoas fúteis e não agrega valores.

    3. Nós queremos exaltar a independência do filósofo, do escritor... Do indivíduo.

    4. Tendo em vista uma sociedade mais culta queremos a volta dos grandes pensadores e o extermínio da informação fútil.

    5. Vamos nos levantar contra esta mídia que bestifica, banaliza e escraviza. Vamos nos voltar contra a "normose" que ela nos faz sofrer.


    Alunos: Adélia Gabriela da Rosa, Jennifer Miers e Leenaker Barreto Ribeiro. EM-132

    ResponderExcluir
  8. Manifesto Contra o Bullying

    Vamos degredir a imagem daquele menino com sobrepeso, vamo la gritem todos Seu Gordo!, Seu Saco de Banha!, vamos - lá é divertido.

    Vamos roubar o lanche dos pequeninos, vamos batam neles, comam seus lanches e cuspam na cara deles, vamos eles não são nada.

    Vamos sair chingando todos empiraando e batendo porque isso é ótimo, todos gostão vão adorar, vocês vão ser os melhores.

    Veem aquele intercambista? vamos rir da cara dele, vamos caçoar do jeito como ele fala, todos vão rir.

    Bullying é ótimo, todos adoram, é muito bom, ninguem fica triste, ninguem se sente um lixo.

    Alunos: Alexandre e Wesley
    EM - 131

    ResponderExcluir
  9. Manifesto contra o descaso ao professor

    1 - Queremos maior consciência por parte dos agressores de professores.

    2 - Sabemos que o professor é a base da sociedade civilizada. Sem professor, sem educação e sem educação, sem moral.

    3- Observamos como os agressores são desprovidos de caráter e consciência do quanto serão afetados.

    4- Quem quer ser professor hoje em dia, sendo que o professor é levado ao descaso?

    5- No mundo de hoje, sem estudo você não é nada.

    6- Deste modo, o ser humano ficará estagnado intelectualmente, ou voltará a ser irracionalmente primitivo.

    EM 132- Bruna Pedro, Eduardo Neves e Elysama Alves.

    ResponderExcluir
  10. Manifesto contra a Manipulação pela Publicidade
    1. Publicidade, uma ótima opção para empreendedores que criam produtos novos e querem faturar. Então criam essas publicidades pela cidade inteira de forma que nós, consumidores, compre certo produto. Somos nós quem aprovamos o produto, somos os ratos de teste, podemos dizer.
    2. O mais interessante é que por pior que seja o produto, se ele estiver numa propaganda de televisão ou em outdoors pela cidade, nós, os consumidores, compraremos por curiosidade ou apenas porquê fomos manipulados pelo criador do produto.
    3. Há aqueles consumidores que compram determinado produto só por estar na moda, pois ele está no comercial de televisão e espalhado pelas ruas, e compram porquê todos estão comprando. Fico imaginando a cara do Criador do produto ao ver que aquela invenção sem sentido está na boca do povo.
    4. Fico imaginando como seria se eu criasse urina engarrafada e fizesse uma ótima campanha publicitária. Como muitos dizem, o sucesso do produto depende da sua campanha. Será que eu faturaria muito dinheiro com urina engarrafada? Creio eu que haveriam loucos que comprariam, ou não?
    5. Uma época ótima para os Publicitários é quando chegam as Eleições. Você acorda de manhã para trabalhar e liga o rádio para ouvir as notícias, e esqueceu que começou o horário político, você sai de casa e se depara com uma enorme placa de algum candidato, você sai pela rua e para no sinaleiro, então vem uma pessoa e te entrega um papel com o nome do candidato, você liga a TV para assistir ao jogo de domingo e lá estão eles, seus amados poluidores em época de eleição. Haja paciência para aguentar essa manipulação!

    Adolpho Sell Neto, João Guilherme, Leonardo Duarte, Rafael Bayer

    ResponderExcluir
  11. Manifesto Contra Uma Sala de Aula

    1. Queremos uma sala de aula quieta, alunos que façam as atividades e que se calem quando necessário. Uma sala participativa não é uma sala tagarela.

    2. Uma sala unida! Sem panelinhas e/ou piadinhas sobre os outros. Isso é coisa de gente mal-educada, por que nao tentar ficar de boa com todos?

    3. Devemos pensar antes de falar, então não percam tempo contando aos professores o que aconteceu com a sua avó e nem os cubram de perguntas idiotas, porque eles têm mais experiência de vida que você, logo as suas histórias não são interessantes.

    4. Uma sala engraçada não é uma sala bagunceira. Então, me manifesto contra as pessoas que têm a busca constante pela popularidade como sua meta principal na escola e não pensa no seu futuro. Pessoas que tentam chamar atenção tomem cuidados, pois, às vezes, isso não funciona. PENSEM NOS SEUS FUTUROS!

    5. E por que não um manifesto contra alguns professores? É bom não usar palavrões em suas explicações e suas brincadeiras cansam demais. Poderiam utilizar seu tempo de aula para enriquecer os alunos com vocábulos corretos e com CONTEÚDO.

    6. Se você é estudante e concorda comigo, corra atrás do seu futuro e do melhor para você. Se precisar mudar de sala, mude; se precisar reclamar sobre um professor, reclama; afinal, é o SEU futuro que está em jogo.

    Lucas Melo verli Gonçalves - EM 132

    ResponderExcluir
  12. Manifesto contra a falta de acessibilidade na cidade para pessoas Portadoras de Deficiências físicas

    1- As pessoas com deficiências físicas sempre sofreram com a falta de acessibilidade em muitos lugares da cidade por falta de estruturas nas mesmas.

    2- A falta de investimentos nas cidades em estrutura para pessoas deficientes se deve a falta de interesses políticos, que ao invés de investirem em projetos para facilitar a vida de portadores de deficiências, investem em projetos muitas vezes desnecessários.

    3- Algumas cidades já adotaram algumas mudanças nas ruas, mas ainda há muito o que se fazer e muitas cidades a serem mudadas.

    4- Está na hora do Brasil começar a investir em acessibilidade e recursos para pessoas portadoras de deficiências físicas, principalmente para pessoas portadoras de cadeiras de rodas que são as que mais sofrem, desde a hora que saem de casa e até para circularem pela cidade.

    5- Pessoas portadoras de deficiências físicas também merecem atenção e respeito assim como qualquer outra pessoa.


    Alunas: Bruna Franzoi, Kerolyn Luana Holek
    EM134

    ResponderExcluir
  13. Manifesto aos diversos problemas sociais

    1. Nós queremos ser livres de impostos, que são fruto de nossos trabalhos e que vão direto a mão de governantes mal intencionados.

    2. As impunidades que se seguem na nação brasileira, devem ser erradicadas, pois o perigo, o medo o trauma e a angústia, são frutos de uma pátria sem leis.

    3. Nossa literatura deve ser rica, sem capitalismo nem socialismo, as quais nos tornam incapazes de sermos seres humanos felizes, da maneira em que vivemos.

    4. A mulher é um fruto de Deus e tem as mesmas capacidades trabalhistas, do que o ser ao seu sexo oposto. Deve-se seguir sem tabu, a vida feminina no Brasil, pois elas são dignas tanto quanto os homens, de terem uma chance na sociedade.

    5. Nós queremos emancipar nossos conhecimentos, fugir da vergonha da educação das escolas públicas brasileiras. Queremos ter o direito de não desembolsar uma quantia significante de nossos pais, para podermos ter um estudo decente em escolas particulares.

    6. Nós cantaremos glória à justiça, quando ela for seguida em sua plenitude, não havendo corrupções, abusos e maus tratos irreverentes aos cidadãos.

    7. Que a ganância, seja um ato de conquista do amor, que as pessoas possam se amar como seres independentes, usufruindo tudo o que as fazem felizes na vida.

    8. Por fim, pediremos juntos, para que as multidões aclamem com esplendor e glória, cada palavra imposta nesse manifesto, pois sem elas, seriamos um grão no meio do oceano.

    EM233

    Vitor Nairan Pereira
    Rafael Hintz
    Júlia Dullius
    Alexandre

    ResponderExcluir
  14. Manifesto contra o Descaso com a Natureza.

    1- Nós seres humanos, apesar de sermos os únicos animais “racionais” do Mundo, somos também os únicos que não damos o devido valor ao nosso “habitat”, que por lógica deveria ser o contrário.

    2- As causas que levam o homem a explorar a riquezas naturais atualmente, não são somente o crescimento populacional mundial e consequentemente a expansão territorial, mas principalmente ao mercado capitalista, onde as grandes industrias necessitam cada vez mais dos recursos naturais para produzirem seus produtos.

    3- No Brasil, por exemplo, apesar de que a cada ano a fiscalização se tornar mais rigorosa, ainda há muitos casos de desmatamento ilegal compulsivo, destruição desenfreada de morros para a exploração de pedras em geral, e a mais preocupante: a poluição dos mananciais, que poderá ser a única “fonte de vida” da espécie humana.

    4- Todos têm conhecimento de que os recursos naturais estão cada vez mais escassos, e se nada for feito a respeito, daqui alguns anos teremos que aprender a conviver com o racionamento de energia, alimentos combustíveis e principalmente com o racionamento de água.

    5- Para aqueles que querem ajudar para um mundo mais sustentável e não sabem como, podem começar reduzindo o tempo de banho, fazendo a separação de resíduos recicláveis, optando por meios de transportes alternativos como os coletivos ou a bicicleta; com pequenos gestos talvez não salvaremos o mundo, mas ajudamos a conservá-lo.

    EM134

    Mateus Leite Bittencourt
    Guilherme da Silva
    Thiago Sebastiana

    ResponderExcluir
  15. Manifesto Contra os Altos Impostos

    1 - Nós queremos mostrar nossa insatisfação com os altos impostos cobrados pelo Governo Brasileiro aos brasileiros.

    2 - Os impostos pagos não dão o retorno que deveriam na nossa opinião.

    3 - Nós não vamos ficar parados vendo os dois lados do país, onde existem muitas pessoas que vivem na miséria e muito capital acumulado na mão de poucos.

    4 - Faremos com que o povo brasileiro perceba que ele paga para não ter o retorno necessário, instigando as multidões as ruas.

    5 - Faremos tudo para que as taxas cobradas diminuam e elas sejam realmente destinadas a população, não para que sejam desviadas por pessoas má intencionadas.

    EM 132

    Bruno Santana
    Thiago Cesar Ribeiro
    Felipe Augusto da Rocha
    Raphael Couto Breis

    ResponderExcluir
  16. Manifesto contra a falta de iniciativas culturais.

    1- A cultura de um país, de uma determinada região ou grupo, forma sua essência. Porém o que falta é iniciativa para que estas não se percam, para que futuras gerações possam ainda compartilhar destes costumes.
    2- Vive-se num mundo de diversidade, culturas se misturam, construindo assim novos costumes. As maneiras mais claras de manifestos de culturas que hoje vemos, estão na música e na dança.
    3- As instituições culturais hoje são poucas, e não conseguem atender ao número de pessoas que procuram por tais meios de se envolverem com a sua cultura, ou conhecer uma nova.
    4- Para muita gente hoje da periferia, só se tem como cultura o hip hop de oficinas culturais como Afroreggae, DF Zulu ou da Cufa, que fazem um trabalho social, tirando jovens das drogas, e ensinam a dança, musica, como meios de evitar a violência.
    5- Joinville tem muito poucas iniciativas culturais relacionadas à dança, mesmo hoje conhecida como a cidade da dança, e abrange o maior festival de dança do mundo. Ainda se precisa de muito para se tornar realmente, a “cidade da dança”.
    6- A cultura é uma forma de expressão, sendo ela como dança, musica ou arte, e não se pode se deixar acabar por questões politicas, ou falta de oportunidades. A cultura deve ser preservada, cultivada, misturada, apreciada, de todas as melhores formas possíveis.

    EM134

    Alexandra Luchetta
    Izabella Scarpim
    Thaiz Zafalon

    ResponderExcluir
  17. Manifesto contra modinhas e chacotas
    1- Cada pessoa nasce e adquire um estilo próprio. Por mais que os pais desenhem a criança durante o seu crescimento, depois de certa idade ela já consegue tomar suas decisões e ter seu próprio jeito de ser da forma que se sinta bem.
    2- Algumas pessoas nos dias de hoje vivem suas vidas de acordo com modinhas que vão surgindo, deixam de expressar seus próprios sentimentos e agem sobre influencia de seus ídolos.
    3- As modinhas atuais que geralmente são lançadas pela mídia, desfiles de moda e artistas famosos, influenciam muitas crianças e jovens a se tornarem o que não são.
    4- Vivemos em uma sociedade que tem como uma das “principais” modinhas, uma banda, onde os integrantes da mesma se vestem com roupas coloridas e usam o seu cabelo pro lado, no estilo de um cantor que virou modinha.
    5- A juventude é a principal afetada, e quanto mais esta onda se espalha, mais atualizados eles querem ser. Mas é preciso tomar alguns cuidados também com o estilo que se adquire dessas modas, pois podem ser motivos de chacotas e intrigas para algumas pessoas.
    6- As pessoas devem se conscientizar de que cada um tem seu próprio estilo, por mais diferente que ele seja, cada um tem sua forma de vida. Lembre-se, o que você é, pode também não agradar o seu vizinho.

    Larissa Reis Vanvossen, Marina Bussolaro e Maria Carolina Valério.
    EM 134

    ResponderExcluir
  18. Manifesto da Educação

    1.Considerando a quantidade e o valor dos impostos pagos pela população brasileira, as escolas públicas deveriam ter uma educação de boa ou ótima qualidade, com os professores ganhando um salário mais justo, e com uma infraestrutura mais adequada para as crianças, tendo qualquer tipo de deficiência ou não.

    2.A educação é a base para que outros problemas diminuam ou deixem de existir, como a violência. Bem educadas as crianças e os jovens terão menos facilidade de se iludir entrando no mundo das drogas e da violência.

    3.Tendo educação a pessoa enriquesse seu conhecimento, podendo lutar mais pelos seus direitos e pelo dos outros, buscando melhorias à todos.

    4.Sem educação a vida das futuras gerações dificulta, pois com a falta de uma boa formação as pessoas não poderão dar uma boa educação a seus filhos, causando assim, um efeito bola de neve. Nós não deveríamos pagar pelos nossos direitos.

    5.Com uma boa educação a cultura do país será melhor promovida, além de ser também melhor entendida, evitando assim a grande miscigenação entre culturas e causando a extinção das culturas menos atraentes, e também evitaria a má compreensão da importância de variadas culturas no mundo.

    Matheus Viana Rocha
    Aline Nunes Ogawa
    Marciane Knies

    EM-131

    ResponderExcluir
  19. MANIFESTO CONTRA A CORRUPÇÃO

    1- O mundo está diretamente ligado à política. Assim, muitos perderam seus valores. É preciso restabelecer, o mesmo para que a política volte a ter um pouco de dignidade, e até mesmo o respeito.

    2- A cada dia, descobrimos inúmeros casos de corrupção. Se tivéssemos políticos ou profissionais mais “capacitados”, poderíamos evitar tal desprendimento dos mesmos.

    3- Buscamos uma sociedade onde a corrupção seja extinta, onde não se dá bem apenas os corruptos, uma sociedade onde os justos não morram como indigentes à sombra dos “maus indivíduos”.

    4- A falta de respeito de nossos “superiores”, demonstram como a política brasileira está cada vez mais desvalorizada. A perda dos principais conceitos, morais e legais, foram deixados de lado, pelo dinheiro, o bem próprio.

    5- Contudo, devemos ter em mente nossos objetivos, acreditar em nossos valores. Reerguer-nos, mostrar que não aceitamos tal suborno. Porque o futuro, só está em nossas mãos.

    Bárbara Isabela Souza de Oliveira, Camila Saramento, Michele do Nascimento Tomaz e Uelson João Martinho.
    EM 134

    ResponderExcluir
  20. Manifesto Contra a Normose

    1. Queremos alertar a população que a normalidade não é algo bom mais sim uma doença, que muitas vezes passa despercebida a todos. Mostrar que mais uma morte no mundo não é algo normal mais sim algo preucupante.
    2. Que as pessoas não tenham medo de fugir da normalidade, de fazer algo diferente todo dia para mudar sua rotina. Que haja uma forma de reparar as notícias mais simples possíveis no mundo. Que um estupro ou um abuso de menores pare de ser considerado algo "normal".
    3. Avisar a nova geração que deixem de ser a geração computadorizada, que saiam da frente dos computadores e aproveitem o mundo que os envolvem , que não tenham medo de querer ser diferente "apenas sejam diferentes". De todas as maneiras possíveis mudem o mundo e fujam dessa "Normose".
    4. E que os mais velhos deixem de ter a mesma rotina "casa trabalho,trabalho casa". Que saiam,façam festa, mostrem q ainda existe uma alma jovem e alegre dentro de cada um .
    5. Mas por último e não menos importante que todas a pessoas percebam que a "Normose" só causa mal e depreção. Para que não haja problemas no futuro,mudem o presente e façam valer cada dia de uma maneira diferente .

    Alunos:Carlos Eduardo Dumke da Rocha
    Lucas de Oliveira Ferreira
    Lucas Vierczorquevecz
    Osni Junior
    EM 233

    ResponderExcluir
  21. *Enquanto não houver o investimento necessário na saúde pública, não podemos esperar grandes mudanças com relação a mortes e enfermidades,ocasionadas pelo despreparo da área
    *Diversas vezes encontramos jovens, crianças e idosos sendo largados em corredores hospi talares pois há falta de quartos
    *a falta de profissionais qualificados é ocasionada pelos baixo salários, em consequencia disso, mais e mais pessoas morrem a espera de um médico
    *Boa parte dos impostos que deveriam ser usados para comprar os materiais necessarios para o atendimento da população é onvestido no aumento de quase 100% no salario dos parlamentares
    *Sem falar das pessoas que ficam anos esperando por um exame na fila do sus. Exames que muitas vezes pelos médicos são cobrados em meses, mas que demoram anos para serem realizados. Muitos morrem esperando esse atendimento, ou sofrem com a doença, enquanto deviam estar se tratando.

    Ana Paula Dornelles e Tatiana Mafra Ignácio EM 132

    ResponderExcluir
  22. PRECONCEITO HOMOSSEXUALISTA

    1. Há muitos anos, o homem veio procurando maneiras de como se sentir bem. Então nada teve sentido e objetivo, se não fosse o alcance da felicidade e bem-estar. Assim cada pessoa possui particurlamente suas preferências, conceitos e concepções do que é socialmente agradável. Mas não percebe que nem tudo que a sociedade prega nos traz harmonia e igualdade. De modo que esses atos resultem em preconceito com relacionamentos homossexualismo cada vez mais frequente.

    2. Relacionamentos entre homens era totalmente aceitável na Grécia Antiga, por um motivo que não serve para nós hoje em dia. Mas, tendo em vista que isso era normal a algum tempo atrás, então por que não pode ser hoje?O preconceito homossexualista está cada vez mais comum, como se os homossexuais não fizessem parte da raça humana.


    3. Humanos são seres extremamentes preconceituosos, julgando antes de realmente conhecer, não medimos palavras e nem atos, muitos menos levamos o sentimento alheio em consideração. Não temos o direito de agredir e menosprezar uma pessoa só porque sua orientação sexual se difere das demais.

    4. Temos que ter dignidade e aceitar as diferenças, pois são elas que nos permitem um aprendizado contínuo. Somos seres humanos, de certo modo anti-éticos em relação às diferenças de opção sexual. Devemos acabar com esse preconceito de uma vez, pois todos temos o direito de buscar a felicidade pelo caminho que achar mais conveniente.

    5. Devemos parar com esse individualismo.Então digamos não ao desrespeito! Digamos não a desigualdade de valores! Digamos não ao preconceito homossexualista!

    AMANDA TEIXEIRA
    CAROLINE
    LYDIA PRISCILA DO AMARAL

    EM131

    ResponderExcluir
  23. 1- Está na constituição, educação é direito de todos, mas de nada serve quando o serviço oferecido é de baixa qualidade e a população tem de recorrer ao meio privado.

    2- Oportunidade, igualdade e liberdade aos estudantes sem regimes ditadoriais; Os estudantes precisam de voz ativa, a democracia deve ser posta em prática.

    3- Impostos devem ser realmente repassados, promessas cumpridas e investimentos realizados,pois quando se trata de educação, esta é refletida diretamente no futuro de uma sociedade.

    4- Aonde está o prestígio e o reconhecimento daquele que ensina não só em conhecimento mas também para a vida? O profissional do ensino é desvalorizado em uma sociedade que não encherga o verdadeiro valor da educação.

    5- Enquanto não sairmos desta acomodação e não lutarmos por um ensino humano que priorize a transmissão de conhecimentos e não a automatização dele, permaneceremos na estaca zero.

    Guilherme Migliorini, Gustavo B. de Oliveira EM 132

    ResponderExcluir
  24. Cristian, Júlio, Leonardo, Lucas Pinheiro14 de março de 2011 18:18

    TECNOLOGIA

    1. Na década em que vivemos a tecnologia evolui muito rápido, mas será que nos humanos somos capazes de acompanhar a tendência? Nós humanos criticamos a tecnologia, mas cada vez mais estamos dependentes dela.
    2. Atualmente se uma pessoa não sabe utilizar um computador ela é considerada “incapaz” de trabalhar, antigamente existiam muito trabalhos manuais, mas a tecnologia vem tirando o emprego de muitas pessoas.
    3. Antigamente para chegar uma notícia no destino desejado, demorava dias, semanas, meses e hoje a tecnologia encurtou o tamanho do mundo fazendo que as notícias chegue em questão de segundos ao local desejado.
    4. A tecnologia vem nos trazendo muitos benefícios, mas será que é apenas benéfico, um exemplo são os hackers que utilizam da tecnologia para fazer o mal como invadirem contas bancárias e fazer desvios de dinheiro, será que a tecnologia pode ser considerada tão boa?
    5. Tecnologicamente falando as pessoas se tornam incapazes de fazer certas coisas apenas pelo fato de estar acomodado com certas tecnologias, o uso de cartas como meio de comunicação se tornou raro, e até mesmo as pessoas na hora da escrita de textos em horários de aula se queixam, mas para conversar por mensageiros instantâneos ficam horas e horas.

    Alunos: Cristian Felipe
    Júlio César
    Leonardo André
    Lucas Pinheiro
    EM134

    ResponderExcluir
  25. Manifesto contra o Aborto

    -Na igreja católica,temos um Deus ele nos concede o dom da vida,então como ser a favor do aborto,que acaba com esse dom tão maravilhoso?
    -Devemos carregar cartazes com os dizeres "Digam não ao aborto" e "Aborto=Massacre" só assim eles vão ver o quanto é deprimente um ser humano ser tratado como lixo,nem podendo argumentar sua própria vida.
    -Temos que conscientizar as pessoas que é fácil o acesso a métodos anticoncepcionais e as jovens tiveram bom conhecimento de como evitar a gravidez indesejada,assim decairá o número de abortos feitos e o recurso ao aborto será apenas expressional.
    -Além de falar que o aborto é um assassinato,devemos acrescentar:"teve prazer,agora page pelo o que fez","não pensa na hora,pense agora",e por aí adiante.
    -É falsa a afirmação de que o feto faz parte do corpo da mãe,e de que a mãe pode abortar por ter direito sobre seu próprio corpo.Na verdade,a mãe é hospedeira,protetora e nutriz de um novo ser diferente dela,um outro indivíduo.

    Alunas:Bruna Beatriz Lobo e Maria Eduarda Nunes.
    EM-132.

    ResponderExcluir
  26. Manifesto contra Cotas Raciais

    1 - As cotas raciais na verdade servem para esconder a incompetência dos políticos que não querem melhorar a educação no Brasil.

    2 - Elas só aumentam o preconceito, pois querem dizer que o negro só poderá estudar se tiver cota.

    3 – Mesmo tendo em vista diminuir a desigualdade social, as cotas denigrem a imagem dos que são beneficiados por ela, pois indica que o indivíduo não é capaz de passar em uma universidade pública pelos seus méritos.

    4 – Ao invés de criar cotas o governo deveria privilegiar os mais pobres, sejam brancos, negros, amarelos, etc...

    5 – Os políticos devem melhorar a educação pública e dar melhores condições de trabalho aos professores.


    Ruan P - EM 134

    ResponderExcluir
  27. Escravos da Violência15 de março de 2011 13:05

    1- Somos escravos do tempo, do vento, da chuva e de todos os fenômenos naturais, e por tudo isso somos escravos da violência;
    2- Essa raiz da maldade penetra em nossos corações e nos transforma em seres frios, inescrupulosos, vivendo sem regras, ao acaso e por ele;
    3- O mal enraizado em nossas vidas nos leva a fazer coisas, ver coisas e provar coisas. Tudo tem um motivo; uns optaram por esse caminho, outros foram obrigados a aceitá-lo;
    4- Não importa a sua origem, a violência traz traumas físicos e psicológicos, feridas que jamais se cicatrizarão;
    5- Temos algo que nossos ancestrais não tinham: OPÇÃO DE ESCOLHA. Muitos escolhem errado, e na vida, isso não é permitido; nossas escolhas refletem nosso futuro, escolha!

    Alunos:Lucas de Oliveira Dittrich
    Felipe de Araújo
    Marcus Vinicius H. Santos
    'Montanha'(não sabemos o nome(aluno DP))

    Série: EM-131

    ResponderExcluir
  28. Manifesto Agrafista

    1 – Etimologicamente, agrafista deriva de agrafia, que, por sua vez, referencia sentimentos, idéias e conceitos inexpressíveis por meio do léxico e referências linguísticas gráficas; e isso, em suma, traduz o intuito deste movimento;
    2 – Dir-se-á que o agrafismo surge da contradição. E, de fato, o conflito inexorável é inerente à arte nascente. Assim sendo, os temas focados serão os que refletem a angústia humana em toda sua extensão, que é a pugna da existência;
    3 – Para refletir essa angústia, que é o fim deste movimento, nossa semântica será composta por elementos figurados e além-realidade, e o encadeamento desses elementos far-se-á em plena desconexão. Há, nesse ponto, um esclarecimento a fazer. Certamente nos dirá o bom crítico que essa tendência aproxima-se das vanguardas Surrealista e Cubista. Note-se, porém, que não se trata de realidade pensada (Cubista), mas sentida, e que as imagens inconscientes (Surrealista) não serão o centro, mas as elaboradas pelo autor;
    4 – Em se tratando de estética e estilo, por tratar-se de uma tentativa – certamente vã – de exprimir o inexprimível, o método adotado pelo agrafista será tão melhor e aceitável quanto maior for sua capacidade de tanger seu intangível objetivo;
    5 – Temas como desespero existencial, misantropia e alienação são, à medida que põem em xeque os conceitos de estabilidade e serenidade espiritual, de bom grado e pertinentes.

    Prelúdio efêmero

    Rebentei na alma da miséria,
    Um gemido insone da mãe agonia.
    A mascara de cerâmica partiu-se.
    Já nascemos mortos,
    E a chuva, a fora, escorre serena...

    O sangue tábido corre apressado
    Nas veias tábidas do porvir.
    E é hora do café! E é hora de lastimar!
    E sempre é hora!
    Na minha esquina, um pinho mudo chora...

    Compra-se compaixão.
    Vende-se iniquidade.
    Precisa-se de angústia,
    Interessados, compareçam à Rua
    Da Indiferença, nº 1673, com documentos.

    Elizabete Carvalho Tumiski, Guilherme Weber Menon, Jederson Vanderlinde e João Victor de Lima; EM134.

    ResponderExcluir
  29. Manifesto contra a Violência no Futebol

    1- Jogos de futebol são verdadeiros campos de guerra, e tudo começa dentro do campo e só acaba na sua rua, com seus amigos, discussões esdrúxulas sobre qual equipe é melhor, sendo que a base do esporte é a saúde, tudo que se preza praticando um esporte é uma qualidade de vida melhor.
    2- A violência não leva a nada, tudo que é feito com raiva, ódio ao próximo não leva a nada, para um mundo melhor tem-se que distribuir amor, compaixão ao seu semelhante.
    3- Se você quer violência ou praticar violência, vá a um ringue de luta, onde tudo é feito com a maior segurança e não a lugares onde o cidadão só quer um momento ao lado de sua família, mas isso não é possível, todo lugar tem pessoas com ódio no coração, que se você olha para este, você esta querendo brigar.
    4- Conflitos de Torcida Organizada, pessoas que se denominam torcedores, que vão não só ao estádio arranjar confusão, como também cobram de maneira exagerada dos atletas de seu clube, se achando no direito de quebrar carros, e ameaçar famílias, sendo que o medo não leva a nada.
    5- Se todos tivessem a consciência de que a violência não leva a nada, brigas com o próximo só trás o ruim, que este que você bate, tem uma família, tem uma casa que vai sofrer como você sofreria se acontecesse com você ou alguém próximo, são todos simplesmente torcedores sendo do seu clube ou de outro, pois em qualquer lugar se encontra diferenças e nenhuma pessoa é igual a outra .

    Aluno: Felipe Gustavo Coelho Turma: EM134

    ResponderExcluir
  30. Manifesto contra a hipocrisia das autoridades

    1. A grande hipocrisia da política é o descaso perante a floresta Amazônica, que tanto falam, não valorizando essa riqueza que temos no país.
    2. Os políticos precisam criar projetos com objetivo de parar com a crueldade que está acontecendo na Amazônia.
    3. Indústrias madeireiras que acabam com o ecossistema, estão presentes em nossa casa, isso deixa todos culpados pela situação que nos afeta, são empresas não fiscalizadas, assim proporcionando liberdades para acabarem com a vegetação e o habitat dos animais.
    4. As ações do homem contribuem para o aquecimento global, extinção de animais, estações não definidas, provocando queimadas na floresta e assim agravando a situação do planeta.
    5. O primordial para uma melhora está na responsabilidade dos cidadãos, na escolha de seus candidatos a governante, antes de chegar a qualquer decisão, deve haver uma análise das propostas para não escolher uma pessoa incapacitada.

    Alunos: Christopher Maurer
    Germinio Pablo
    Lucas Giacomelli
    EM233.

    ResponderExcluir
  31. 1. A sociedade está ficando cada vez mais acomodada. E frases usadas no dia a dia nos comprovam isso, como: "há males que vem para o bem", "No fim tudo da certo" e etc.
    2. Frases como essas nos mostram que as pessoas acreditam, ou preferem mentir para si mesmas, que tudo está bem e que não há nada a ser feito para mudar a situação a nossa volta.
    3. Precisamos de mais atitudes e mais soluções. Afinal, criticar todos sabem. Mas sair do lugar e ir a luta já é muito trabalho, então preferimos deixar que o próximo faça.
    4. E claro, não podemos esquecer do famoso "jeitinho brasileiro" de resolver as coisas. Onde, cegamente, achamos que estamos resolvendo as coisas do jeito mais fácil, mas na verdade só estamos fugindo das responsabilidades
    5. Não espere que o outro faça, para mudar algo que não lhe agrada, começe você mesmo, você não verá mudança se não agir primeiro, seja a mudança que você quer ver.

    ALunos: VItória, Betina e Diego - EM132

    ResponderExcluir
  32. Manifesto contra as Coisas Mundanas
    1- Nada melhor do que um belo carro importado, uma grande casa, tomar uma cerveja com os amigos e depois sair por ai bêbado com seu carrão sem pensar nas consequências e acertar um pobre coitado que está sentado em um banco em uma praça publica.
    2- Nada melhor do que você sair de casa com seus amigos, encher a cara e não saber nem o que está fazendo, e acordar num hospital com seu pai chorando de desgosto do seu lado. Nada melhor do que deixar sua família sofrer pelo simples fato de você dar valor as coisas mundanas e não ao sentimento que ela passa para você.
    3- Nada melhor do que deixar de lado todo o amor que uma pessoa pode sentir; se ligar as coisas materiais, as coisas mundanas e nem pensar nos sentimentos.
    4- O importante mesmo é acabar com o mundo, criar grandes guerras para conseguir poder, destruir grandes multidões de pessoas, sem ao menos terem algo a ver com a guerra. O importante é mostrar poder!
    5- Deixar uma pessoa morrer na sala de um hospital por falta de médicos é um dos fatos mais simples do mundo! Isso nada mais é do que a realidade. Porém, o sentimento de dor daquela família não fala o mesmo...
    EM131 - Rodrigo Scahckow / Gabriel Cara Soares

    ResponderExcluir
  33. Manifesto relacionado à correria cotidiana.

    Alunas:
    Jennifer Diane Kraisch Silva
    Kethylin Caroline Venturin da Silva
    Mariana Schmitt Stahelin
    Regina Guimarães
    EM 134

    01- Viemos criticar a rebeldia cotidiana, pela falta de um dos maiores pacificadores existentes: o tempo.

    02- O homem baseia sua vida, sob sua própria criação eis tamanha ignorância a ponto de não ter tempo para criar um tempo para si próprio.

    03- Sentir o vento contra a face, sem o tic-tac acelerado de um relógio angustiado, abraçar aos filhos e amá-los sobre toda e qualquer dificuldade.

    04- O trabalho faz parte de sua vida, mas sua vida não se resume ao trabalho.

    05- Parar, focar e analisar, que em 24 horas pode ser feita muita coisa, mas que muitas vezes isso não é o bastante, enquanto 5 minutos pode ser suficiente para tornar outros momentos únicos e inesquecíveis.

    06- Ter que viver com o medo camuflado pela violência, ignorância humana, egoísmo, unicamente por pura falta de tempo de refletir e agir sobre os princípios do bem.

    07- O tempo pode ser grandioso para elaborar idéias, tanto quanto o mesmo pode ser curto demais para colocá-las em prática.

    08- Existem coisas que são perfeitas do começo ao fim, como tomar um banho de chuva, um beijo, ouvir uma musica, ler um livro, comer um chocolate, conversar com os amigos... Tudo na vida acontece em momentos perfeitos, por isso temos que entendê-los, aproveitá-los e principalmente ter tempo.

    ResponderExcluir
  34. Manifesto sobre a Evolução destrutiva do homem

    1 - O homem ocupa lugares indevidos, tirando espaço da flora e fauna, contribuindo ainda mais com a destruição do planeta.

    2 – A população humana está crescendo cada vez mais, consequentemente ocupando mais terreno no planeta Terra, muitas pessoas

    ocupam lugares indevidos, o que causa algumas tragédias. No Brasil, recentemente as enchentes e desmoronamentos são provas disso.

    3 - Com o crescimento da população é preciso de mais alimento , água e fontes de energia, e para isso temos sacrificado muitos de nossa espécie, enquantos outros vivem no luxo.

    4- É difícil conciliar crescimento com sustentabilidade, e com a pressa de crescermos temos esquecido que a nossa casa é a terra e que quem vai pagar por essa destruição somos nós mesmos.

    5 – O homo sapiens é um ser altamente evolutivo, mas nem sempre evolução é sinônimo de melhora, hoje em dia os seres humanos estão desmatando e poluindo o planeta aceleradamente, o que indica no futuro próximo, uma extinção da nossa espécie.

    Marcus V. Carolina, Gabriel G. Boettcher e Matheus Giovanella
    EM131

    ResponderExcluir
  35. Manifesto contra a violência sexual

    1-violência sexual existe em diversas formas em todo o mundo e acontece a todo o momento, desde crianças a jovens e adultos, tanto com homens quanto com mulheres, não importa raça ou cor ao longo da história, independentemente da classe social.
    2-Ela acontece muitas das vezes sem exatamente ninguém saber, apenas a vitima e o agressor, a família da vitima por sua vez é a última a saber,pois a vitima tem muito medo de se abrir .

    3-A pessoa agredida fica acuada, com medo, e acaba escondendo de qualquer pessoa os acontecidos por medo que o agressor possa vir a fazer com sua família e com ela mesma, algo que possa trazer a morte.
    4-O trauma do abuso sexual pode afetar o desenvolvimento de crianças e adolescentes de diferentes maneiras, uma vez que alguns apresentam efeitos mínimos ou nenhum efeito aparente, enquanto outros desenvolvem muitos problemas emocionais, sociais e psiquiátricos. Algumas conseqüências negativas são características em crianças que não dispõem de uma rede de apoio social e afetiva.
    5-A Constituição Federal, em seu artigo 227, assegura à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida e à saúde,
    entre tantos outros, e garante que o Estado, a sociedade e a família têm o dever "… de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão…". Então se um dia você vir a saber ou até mesmo desconfiar denuncie.

    EM 134
    Alunos:
    Alan carvalho severino
    Caroline Silva Oliveira
    Priscila Thais Oliare

    ResponderExcluir
  36. Manifesto pelo Uniformismo

    1-Queremos um mundo mais igualitário, onde as pessoas deixem de lado diferenças de raça, religião, preferências políticas ou opção sexual e vivam em harmonia. Onde cada pessoa possa ser quem é sem medo de ser repreendida pelos outros.

    2-Desejamos que as opiniões preconcebidas deixem de existir e que se deixe de julgar os outros antes de conhecê-los. Antes de falar de uma pessoa, procure saber quem ela é e por que age como age, só assim terás uma opinião verdadeira sobre ela.

    3-Nós não temos o direito de julgar ninguém, e sim Deus. E se ele criou cada pessoa do jeito que é, temos que respeitar isso e aprender a conviver com todas as pessoas sem discriminá-las.

    4-Vamos tentar quebrar os padrões psicológicos impostos pela sociedade, onde a mulher está abaixo do homem; e o homem foi feito para ficar com a mulher, sendo que, qualquer coisa diferente disso causa repulsa na sociedade. Vamos fazer as pessoas se amarem como elas mesmas são.

    5-Somos pessoas espirituosas, com ousadia, sarcasmo e ironia, buscando por reformas sociais, liberdade sexual e de expressão. Somos pessoas curiosas e sedentas de informação. Buscamos conhecer o melhor de cada cultura, para que possamos assim, compreender melhor as diferenças em cada sociedade.

    Nathaly Lohmann Siqueira
    Amanda da Silva
    EM134
    15/03/11

    ResponderExcluir
  37. Manifesto contra o mal atndimento nas unidades de saúde.
    1.A demora no atendimento pode resultar até em morte, o descaso com a população que ficam cerca de 3 horas em pé em uma fila correndo o risco de não ser atendido, o risco de agravar a doença, uma incerteza daquilo que todos pagaram, garantida na cobrança de imposto.
    2.Cadê os profissionais? Atender pacientes em setores particulares é mais vantajoso do que trabalhar em setores públicos, mas e a população? O Brasil não oferece estrutura econômica para que todo cidadão recorra ao atendimento particular. E quem paga com a vida são os menos favorecidos.
    3.Aos poucos que se formam, tratam os pacientes pior que animais, não generalizando, mas esquecer gases no estômago de uma paciente ou trocar soro por álcool aplicada em uma criança não é assunto de faculdade e sim assinto de condenação jurídica.
    4.E com o pouco investimento na infra estrutura, os médicos “bons” se recusam a trabalhar em locais sem investimentos, aumentando o descaso com o cidadão atendido pelos “maus profissionais”, que acabam por demorar no atendimento pela falta de profissionais e a falta de espaço.
    5.Todas as negligências cometidas refletem na população, pois os impostos têm que ser pagos, mas e a saúde? Durante o decorrer do tempo o descaso aumenta, sendo tão incerta a aplicação do dinheiro do imposto cobrado quanto a saúde de todos se tiverem problemas graves.
    Equipe: Ana Carolina Pedroza
    Aristeu
    Weslley EM 233

    ResponderExcluir
  38. Manifesto Contra a violência aos animais

    1. Você está cansado de ouvir casos de maltrato com animais?
    Você acha quem maltrata animais merece ficar preso eternamente?
    Concorda que maltratar animais é um alto de crueldade? Uma imensa covardia, afinal eles não podem se defender!
    2. Quem disse que os animais não choram?
    Os animais também são seres vivos, todos são como nós, todos tem coração, cerébro e sentimentos, por isso nunca, mas nunca maltrate os animais.
    Porque eles sentem, eles vêm, eles choram!
    3.Jamais creia que os animais sofrem menos do que os humanos, a dor é a mesma para eles e para nós, talvez pior, pois eles não podem ajudar a si mesmo.
    4.Eles não tem culpa se você é um infeliz violento irracional. São seres vivos e não merecem nenhum tipo de maltrato.
    Olhe nos olhos de algum animal, antes de machucá-lo, verás a dor e o medo de um ser tão indefeso e vulnerável como você!
    5."Olhe no fundo dos olhos de um animal e , por um momento, troque de lugar com ele. A vida dele se tornará tão preciosa quanto a sua e você se tornará tão vulnerável quanto ele. Agora sorria, se você acredita que todos os animais merecem nosso respeito e nossa proteção, pois em determinado ponto eles são nós e nós somos eles." - Philip Ochoa.


    Alunos(as): Caroline Vilvert
    Duany Evelyn Alves
    Thiago L. Bramatti
    Jefferson S.

    EM 233

    ResponderExcluir
  39. Olha, o meu manifesto (manifesto com relação às religiões) está entre os principais! *-*'
    Abraços, Maria Gabriela.

    ResponderExcluir
  40. MANIFESTO CONTRA FALTA DE CULTURA MUSICAL

    1 - A sociedade esta transformando a música em um grande mercado, onde o conteúdo musical e cultural não vale mais nada, apenas "propagandas" para fazer com que vários indivíduos da massa dizerem que gostam da mesma coisa.

    2 - Ao contrário de como era antigamente, os artistas são valorizados muito mais por suas imagens do que por suas músicas, e artistas que fazem boas músicas, mas não tem uma boa imagem estão sendo deixados de lado.

    3 - Esse mercado que se tornou a musica, transforma nós em mentes modeláveis, pequenas marionetes que dizem "eu gosto disso...", mas na verdade só foram controladas, por pura imagem e propaganda. Essa situação tira das pessoas a grande força de protesto que era a música e no lugar, coloca músicas com melodias simples, letras vazias e sem cultura alguma.

    4 - Artistas com grande conteúdo cultural e musical estão deixando de vender seus discos e sendo esquecidos pela mídia enquanto os novos artistas sem cultura e sem música de qualidade ganha rios de dinheiro com apoio da mídia. E são esses mesmos "músicos" que muitas vezes também são só uma imagem falsa e muda que não emite musica alguma, somente sons para uma sociedade com uma mente alienada.

    5 - Dissemos que gostamos da música, que na verdade não gostamos. Apreciamos imagens falsas, enquanto deveríamos melodias. Estamos cada vez mais esquecendo o que era musica. Gostamos de letras sem sentido, enquanto desprezamos letras que protestam por nós. Devemos parar de apreciar essas puras imagens mudas e devemos voltar a apreciar o que a musica era antes, simplesmente, musica.

    Jorge Luís Siementkowiski, Lucas Göbel e Ticiano Aramis Vieira. EM 133

    ResponderExcluir
  41. Manifesto contra a miséria.

    1. O mundo atual pode desencadear muita evolução por causa da globalização e conseqüente traz riquezas a um determinado país. Será que num país como o nosso, se as verbas fossem distribuídas de forma correta, não seria possível um país mais justo para todos?

    2. Enquanto vivemos 'numa boa', com condição de ter muitas coisas ou o básico para se viver, chega a ser humilhante pensar que pessoas vivem em condições péssimas de vida chegando até a pobreza extrema.

    3. É preciso pensar nas pessoas que ainda vão nascer e estão por vir. Temos que dar um jeito de arranjar um lugar melhor e uma condição de vida digna para essas pessoas, porque todos nós somos humanos e merecemos o mínimo de conforto para viver e oportunidades iguais, ou seja, um lar, alimentação, roupas e escola de qualidade.

    4. A fome no mundo é uma realidade que quase ninguém quer enxergar, reclamamos tanto de coisa fúteis e não percebemos que milhões de pessoas passam fome no mundo e ter o que comer para elas seria uma grande realização. E muitas dessas pessoas só tendem a esperar pela morte, sem ter o que fazer. E você pode fazer alguma coisa? De quanto tempo a consciência mundial precisa?

    5. O mundo não vê ou pelo menos finge que não vê o que sofrem essas pessoas de estabilidade miserável, vivendo em condições desumanas. Claro, é fácil falar porque a maioria da população não enfrenta esse grave problema de perto todos os dias, é como se não precisassem pensar nisso porque não afeta nenhum pouco suas vidas. Já está na hora disso mudar.

    Luana Andressa Asçunção.
    Rafaela da Silva Mello.
    Sabrina Campestrini.
    EM 131

    ResponderExcluir
  42. MANIFESTO CONTRA A MANIPULAÇÃO DA INTELIGÊNCIA

    1- É preciso parar de relaxar nossa mente deixando com que os outros criem a nossas opiniões, e sim adquirir conhecimento através da busca pelas informaçoes, fazendo com que nós tenhamos que pensar para termos mais opinões.
    2- O mundo de hoje, acha mais interessante o que é engraçado, do que um bom conteúdo. Mas a sociedade não pensa assim, e apenas dá valor as coisas sem valor. É , infelizmente, a inteligência está aplaudindo a burrice e a estupidez.
    3- Nossas mentes precisam estar prontas para ouvir algo que realmente importa, caso contrario, nunca seremos "pássaros" independentes, sempre estaremos presos em nossos ninhos com medo de voar, ou seja, de adquirir conhecimentos valiosos.
    4- Nenhum homem, é realmente livre. Temos que abrir nossa mente para as coisas que realmente importam, e fechá-la para as coisas que nunca, ou quase nunca ajudarão.
    5- O mundo de hoje age como se apenas as piadas e descontrações fossem de maior importância do que um bom conteúdo, no qual lhe recompensaria no futuro.Mas a sociedade apenas da valor a coisas que não têm.

    Álvaro L. Boeing
    Diogo Rocha
    Fernanda Beninca
    Josiane Soares

    EM 234

    ResponderExcluir
  43. Manifesto contra a falta de acesso dos deficientes as atividades sociais


    1- A falta de respeito das pessoas para com os deficientes em geral, não lhes fornecendo ajuda quando é necessário;
    2- O preconceito das pessoas para com os mesmos, qualificando-os como inválidos, ou seja, julgando-os não-aptos para participar das atividades sociais, como o trabalho na indústria;
    3- A falta de estrutura para atendimento nas cidades, tanto como rampas, meios de transporte público, elevadores, em casos específicos para decificientes físicos;
    4- A carência de programas para a integração dos deficientes na vida das outras pessoas, o que na verdade seria muito bom para todos, vendo assim a vida de outra forma;
    5- E retomando, o preconceito das pessoas para com os deficientes, pois muitos ainda julgam que a vida acaba quando temos algum tipo de problema, independente do que for, mas para as pessoas que sabem como lidar com suas limitações a imagem que passam para os outros é de superação.



    Aline Heloisa de Souza
    Leticia Souza da Silva
    Priscila Thais Oliare
    EM 134

    ResponderExcluir
  44. Manifesto contra a banalizaçao da infância


    1- Vejam o que está acontecendo com as crianças de hoje, esses pequeninos estão se perdendo no meio de tanta tecnologia, desprezando todo esse tempo tão precioso em frente de tubos transmissores de informações, tempo que não voltará mais.
    2- Estão deixando que elas percam a melhor época de suas vidas, uma época sem malicias nem vergonhas, deixando que elas se tornem adultos mais cedo.
    3- Brinquedos e brincadeiras são deixados de lado, e com elas toda a ternura, para dar espaço a pequenos seres sem opinião os quais se deixam levar por modas e conceitos e não por aquela essência que só é encontrado nas crianças.
    4- Os rostos com bochechas rosadas e sorrisos antes tão resplandecentes dão lugar a rostos serenos e sem vida. Os pequenos corações, antes cheios de felicidade e júbilo estão se tornando escuros e insensíveis, e seu semblante apagado.
    5- Vamos resgatar estes que ainda não sabem se defender, mostrar a eles o que estão perdendo e no que estão se tornando, não se der por vencidos, mesmo que seja tarde demais.


    Andé L. Bonote
    Bruna Pirovano
    Claudia de O. Bosco
    Fernando M. Mendes
    EM 234

    ResponderExcluir
  45. Manifesto para o Voto Consciente

    Essa é a hora dos adolescentes também fazerem o papel de eleitores. É a hora de aprender a julgar com conhecimento e a escolher um líder com sabedoria e inteligência. Devemos aproveitar essa chance que temos, valorizar os milhões que morreram pelo simples direito de votar. Simples e definitivo.

    Essa é a hora de criar um caráter, de perceber que o voto não é objeto de troca, favores ou de benefícios. O voto é um passe que, bem escolhido, pode levar a um lugar com qualidade pública, com tantos outros benefícios para o seu bairro, sua cidade e seu país.

    Essa é a hora de ver que a melhoria da qualidade de vida não é algo opcional, que na hora de escolher entre votar ou não, ter a consciência de que um voto muda tudo faz a maior diferença.

    Essa é a hora de deixar de ser fútil e assistir a propaganda eleitoral. Parar de reclamar que preferia estar assistindo novela e, pelo menos nas épocas eleitorais, prestar atenção no que os candidatos falam, no que fizeram e o no que prometem fazer, para assim tomar a decisão certa.

    Essa é a hora de perceber que o papel de eleitor não termina após apertar a tecla “confirma”. Ter participação após a escolha do candidato é fundamental, pois só assim poderemos cobrar o que foi prometido, melhorar a vida de todos e principalmente, tornar consciente a importância do voto.

    Bianca Paola Gabardo
    Maiara Fernanda Buzzi
    Thays Karoline R. Satler
    Em 234

    ResponderExcluir
  46. Manifestação contra o aumento do passe de ônibus em Joinville
    1. O direito de ir e vir agora se tornaram restritos apenas para aqueles que tem dinheiro para pagar o valor da passagem, difícil com a oscilação do preço todos os anos sem ver resultados significativos, restringindo a população mais carente a não poder andar de ônibus
    2. Os objetivos a serem atingidos com o aumento da passagem não foram bem planejados, obrigando a população a pagar por um material que não se utiliza. O dinheiro deveria ser investido na atualização dos transportes mas é raro vermos a circulação desses transportes que não passam de 10 na cidade inteira.
    3. Aos estudantes não restou alternativa, manifestações foram feitas, mas nada resolvido continuaram tendo que pagar o valor atual da passagem, que faz diferença no bolso do cidadão joinvillense.
    4. O governo devia agir em conjunto com a sociedade, para que se entre num comum acordo. Quem aprovou o projeto de aumento de passagem provavelmente não uso transporte publico, pois deve ter seu carro, enquanto a sociedade que paga não tem voz.
    5. Quando o governo vai ter participação com a cidade para realizar os projetos juntos sem se ter prejudicados? A verdade é que o salário “deles” tem que aumentar e os cidadãos tem que pagar. Impostos se tornaram um ciclo vicioso embora o “Brasil” não ofereça suporte para a população, se o governo não entrar em comunhão com a população ou os resultados poderão ser drásticos como população miserável e governo rico.
    Jéssica Greicy
    Bruna Pinheiro
    Fabiano de Oliveira Jr
    EM234

    ResponderExcluir
  47. Manifestação contra: Bulling na escola

    1.Queremos mostrar a sociedade que atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo incapaz(es) de se defender é
    Bulling;
    2.Manifestamos contra a humilhação escolar;
    3.Queremos que a população que sofre com esse tipo de violência, denuncie os praticantes, para assim puni-los;
    4.O objetivo geral desse Manifesto consiste em auxiliar as partes envolvidas, a alcançarem um acordo justo e mutuamente satisfatório, a colaborarem na resolução do problema em vez de se manterem intransigentemente agarradas a posições inultrapassáveis;
    5.Todos somos imagem e semelhança de Deus, sendo assim queremos viver com igualdade e justiça, pois somos todos humanos e temos liberdade de expressão.

    Bárbara dos Santos Bentes
    Gabriel Alexandre Panatta
    Pâmella Dionisio
    Thaiana Ramos de Freitas
    EM 234

    ResponderExcluir
  48. Manifesto contra desrespeito com a vida animal

    1.Hoje na china certa de dez mil ursos estão presos. O crime que cometeram? Nenhum, são presos para extrair-lhes a bílis para a produção de medicamentos e afrodisíacos. E também suas patas que são utilizadas para fins gastronômicos.
    2.Todos os anos são mortas mais de 30 mil focas na costa russa do Mar Branco. A matança ocorre sempre em cada Primavera, porque é nessa altura que as focas grávidas abandonam as águas geladas do mar para dar à luz em plena praia, e ainda chamam de cultura essa matança.
    3.Cerca de 11 milhões de cangurus são abatidos anualmente para aproveitar a sua pele, e por puro esporte. A sua carne é também vendida. Este massacre, que já contribuiu para a extinção de algumas espécies, pode levar à extinção dos cangurus em alguns anos
    4.Mais de 300 mil baleias, golfinhos e botos morrem todos os anos nas redes de pesca. A maioria dos animais presos nestas armadilhas submarinas morre por afogamento, porque não conseguem vir à superfície respirar.
    5.Essa matança tem sido muito freqüente, assim como, os casos de maus-tratos para com os animais, casos de abandono, negligência, indiferença e toda a espécie de atos de desrespeito para com a vida animal. Se o ser humano não consegue tratar bem um animal, como iram respeitar o seu próximo?

    Carolina Furtado
    Camila Lorenzi
    Juliana Briesemeister
    EM234

    ResponderExcluir
  49. Manifesto contra o consumismo
    1. As pessoas gastam cada vez mais para satisfazerem uma vontade consumista que é imposta pelos meios de comunicação e onde você só será feliz se tiver o melhor produto.
    2. As pessoas são induzidas a gastar e consumir, depois jogar fora e comprar algo novo. Como é o caso de computadores que você sente a obrigação de trocá-lo por um mais moderno e mais rápido, ou no caso da moda que te obrigam a vestir uma determinada roupa pelo fato de todos usarem ela.
    3. Vários canais de TV assistidos por milhões de pessoas passam frequentemente, propagandas de produtos desnecessários para o dia a dia, que prometem facilitar a vida mas no fim só atrapalham, assim você acaba jogando esse produto fora e comprar outros para substituí-los. Os meios de comunicação que deveriam ajudar a evitar esse consumismo, só estimulam a compra desses produtos.
    4. Essa campanha midiática em torno do consumismo acabou gerando um tipo de individuo chamado de consumista compulsivo, onde ele procura sua satisfação e realização pessoal através do consumo, é um individuo que quando não tem mais como satisfazer seu desejo de consumo acaba se tornando um individuo violento.
    5. As consequências disso é a diminuição de recursos naturais importantes e o aumento de produtos jogados fora. Árvores são cortadas, rios são poluídos e animais são mortos, para satisfazer exclusivamente os homens, sem satisfazê-los por completo na maioria das vezes.

    Aziz Tebechrani Neto
    Matheus Piffer Chiari
    Felipe Batista Ronchi
    EM 234

    ResponderExcluir
  50. PROTESTO CONTRA AS VÁRIAS POLUIÇÕES

    1º - A terra já está dando a sua resposta, as enchentes estão cada vez mais frequentes. E a beleza que deveria ser aparente pelas cidades, é demonstrada pelo lixo jogado por todos os lados. Lixo esse que entope bueiros, e não permite o escoamento das águas. O mesmo lixo que invade os rios que algum dia foram tão límpidos e proporcionaram tantas coisas boas. Deixaremos para os nossos filhos a triste realidade de fazerem parte da "geração lixo".

    2º - Poluição industrial é umas das mais importantes questões atuais à serem discutidas, pois as industriais lançam seus dejetos em rios, lagos, florestas e afins, sem ter a conscientização que a matéria-prima que usam em seus produtos vem da onde eles estão poluindo. Conscientizar é preciso, até uma multinacional precisa de "semancol".

    3º - Manifestamos contra a poluição sonora que a cada dia vem aumentando e nos deixando loucos. cada um tem seu gosto musical, seu cantor ou banda de preferencia. Uns não gostam do eu gosto e assim vai... Música alta nos ônibus, musica alta nos vizinhos, musica alta andando de carro, etc. Fone de ouvido existe! Pessoas que querem detonar os ouvidos dos outros que comprem um fone de ouvido e estourem os seus.

    4º - Com toda nossa tecnologia, infra estrutura, e exagero de informação, anúncios e propagandas, acabam se tornando uma poluição visual. Grafite (apesar de ser considerada uma expressão artística urbana), pichações (locais públicos e privados), lixo exposto, são exemplos. Outdoor por todo lugar, cartazes, placas, prédios cada vez maiores, pois o ser humano não consegue impor limites a si mesmo. Com o seu exagero ela pode se somar a outros tipos de poluição: do ar, das águas e a luminosa. Poluição luminosa ocasionada pela luz excessiva luminárias internas e externas de residências e outros estabelecimentos, anúncios publicitários, sinalização aérea, e toda outra fonte artificial de luz. Poluição não combina com à evolução, seja consciente.

    5º - O ar é um elemento do ecossistema que tem sofrido ataques poluentes em função das atividades do homem. Principalmente em regiões urbanas, onde se concentram grandes empresas e maior tráfego de veículos. O homem não percebe que tudo que ele faz volta pra si mesmo. A saúde e o planeta são cada vez mais comprometidos, se conscientize para um futuro melhor!

    ALUNOS: Anny Karoline, Ruan Diego Andrietti, Patrícia Bergmann e Luan Verli.
    TURMA: EM 234

    ResponderExcluir
  51. Manifesto contra a falta de tempo:

    1- Hoje em dia todos nós estamos gastando muito tempo com o trabalho, até mais do que podemos suportar, e as estimativas para os próximos anos é de que isso aumente, provocando uma alta carga de estress em nosso organismo.

    2- Temos visto a vida ir embora, passando em nossa janela, sem ao menos aproveitá-la da forma como deveriamos, gastamos mais tempo trabalhando, do que com a familia, um dia quando abrirmos os olhos a vida ja terá ido embora, e não teremos aproveitado aquilo que realmente importa, como assistir a um filme com a familia, jogar conversa fora com os amigos, dar um passeio na praia ou no parque,dar um simples abraço, ajudar aqueles que precisam, dizer um eu te amo, até isso se tornou dificil, afinal, nao temos mais controle nem mesmo sobre nossos sentimentos, pare e pense "quando foi a ultima vez que você deu um sorriso ou simplesmente um bom dia para alguem que passava na rua?", talvez fosse somente disto que aquela pessoa precisava naquele dia, mas nós continuamos presos em nossa gaiola, nos fechamos para o resto do mundo, que está apenas nos esperando la fora.

    3-tudo não passa de um ciclo vicioso, temos sido influenciados através da propagandas, e das pessoas a nossa volta, a consumir, e estabelecemos um padrão de vida a ser seguido ou alcançado, porem, para se obter esse padrão precisamos de dinheiro, e para se obter dinheiro, precisamos de muito trabalho, dai a expressão circulo vicioso.

    4- Reclamamos do excesso de trabalho, e do stress provocado pelo mesmo, porem não conseguimos nos desligar dele, ou será que nao queremos nos desligar dele? quem hoje em dia consegue desligar seu celular por mais de algumas horas? ou ficar sem seu computador? sem checar seus e-mais? tudo isso está ligado ao trabalho, não deixando nos livrar dele

    5- Geralmente grandes empresarios, que são responsaveis por grandes feitos em seu trabalho ao colocar a cabeça no travesseiro, não conseguem dormir, pois ficam pensando e planejando o que farão no dia seguinte em seu trabalho. O fato é que estamos trabalhando mais, consumindo mais, mais ligados a tudo, assim, temos a sensação de que o tempo está encolhendo, passando muito rapido, isso tudo gera um stress tremendo. E fica a pergunta " o que fazer?" eu sinceramente não sei, será que você sabe?

    Alunos: Jeniffer Suelenn Borges, Jéssica Maysa Zanini, Diego Jardel Russi
    EM234

    ResponderExcluir
  52. Manifesto para a acessibilidade dos deficientes físicos.

    Não vamos construir barreiras entre as ruas, fechar as portas e ignorar a possibilidade da existência de um caminho.

    Não feche seus olhos para andar nas ruas, veja o quão difícil é andar sem alguém.

    Vamos iluminar a visão dos deficientes visuais com caminhos de fácil acesso.

    Vamos gritar para os surdos ouvirem a necessidade da acessibilidade para todos.

    Vamos! Lute pela independência dos deficientes, não deixe que ruas mal planejadas acabem com essa esperança.

    Aluno: Gabriel Henrique de Oliveira
    EM 132

    ResponderExcluir
  53. Manifesto das cotas dos negros!
    • Acredito que em uma sociedade que preza tanto pela igualdade social, a cota serve para desequilibrar mais ainda a sociedade.
    • Para um país multirracial, se torna algo até irônico, ter cotas para certo tipo de cor de pele, sendo assim deveria ter cotas para brancos, sendo a minoria no nosso país.
    • As cotas são preconceituosas, pois afirma assim que a população com maior renda é branca, sendo a “minoria” negra, tem a renda mais baixa, coisa que não é verdade.
    • No Brasil que se fala tanto em diversidade, em aceitar e respeitar o outro, as cotas tornasse algo que cria uma falta de aceitação pelo fato de diferenciarem os negros
    • Se pararmos pra analisar os negros não são minoria no Brasil, sendo assim a chance de um negro entrar em uma faculdade é muito maior da que um branco. Então proponho ao governo criar cotas para a minoria no Brasil: os jovens “brancos” e “ricos“ .

    NATHANY MORAES EM 132

    ResponderExcluir